Passeios
Beber na Vinícola
Beber em casa

Oferece

Região da Uva e Vinho

Região da Uva e Vinho

A Região

Mapa

Cidades

Rotas

Fotos

A Sicredi Serrana é parceira da Wine Locals e juntos vamos apresentar para cada vez mais turistas tantas belezas da Serra Gaúcha.

O Rio Grande do Sul é o estado mais ao Sul do Brasil. O estado se divide em regiões com características bastante distintas entre si. A Serra Gaúcha também é divida em regiões, como a Região das Hortênsias, o Vale do Paranhana, os Campos de Cima da Serra e a Região da Uva e Vinho.

A Região da Uva e Vinho fica localizada no nordeste do estado e é sede dos municípios com a maior produção de uva e vinho do Brasil. Além disso, é um dos destinos mais procurados, tanto pelos visitantes locais, quanto pelos que vêm de outros estados do país e também de outros países.

Toda carga cultural trazida junto com a imigração italiana movimentam milhares de pessoas todos os anos, desde os ativos turísticos da região como a cultura do vinho, as belezas naturais e os atrativos para famílias e crianças e, como não poderia ficar de fora, a gastronomia.

A IMIGRAÇÃO ITALIANA
Vindos prioritariamente do norte da Itália, os imigrantes que chegaram na Serra Gaúcha eram famílias que desenvolviam basicamente todas as atividades agrícolas. A terra fértil e o clima ameno - exceto em períodos de chuva, que deixava as estradas intransitáveis -, o que trouxe e frutos abundantes do trabalho de plantio.

Além de boas colheitas, os resultados do trabalho também afastavam os fantasmas de fome e pobreza, realidade muitas das famílias na Itália. Assim, logo os excedentes de produção começaram a ser comercializados, chegando até a capital do estado, cumprindo com os objetivos quando do loteamento das terras, que era o abastecimento interno. Eram cultivados uma variedade de grãos, frutas e hortaliças, mas predominaram o milho, para a polenta, o trigo, para o pão, e, claro, a uva, para o vinho.

Nas propriedades rurais, a vida dos imigrantes se forjou à partir das heranças tradicionais trazidas da Europa, com as adaptações necessárias de um novo clima e absorvendo em suas rotinas plantas e animais nativos, pratos indígenas e gaúchos, assim com em seu dialeto, expressões do português - e, até mesmo, da própria fusão de outros dialetos italianos, formando um novo, o "talian", bastante difundido nas gerações mais antigas das colônias.

Tendo apenas eles mesmos para sobreviver e com poucos afazeres de lazer, as famílias costumavam ser numerosas, também com o intuito de se criarem novos braços de trabalho. Às mulheres, a incumbência era de auxiliar no trabalho e ser o principal aglutinador da família, desempenhando a vital função de socialização numa sociedade em formação. Figuras mediadoras por excelência, elas eram as responsáveis pelo contato entre os diversos grupos de colonos, apesar dos costumes familiares serem regidos pelos sabido sistema patriarcal.

A zona colonial se estabeleceu como uma região de próspera atividade econômica, sendo um dos mais importantes centros de produção do Rio Grande do Sul. Ainda que bastante diversa, essa produção tinha como protagonista as vinícolas da região, que já no início do século XX eram, em conjunto, o maior produtor de vinho do país - inclusive já ganhando prêmios nacionais e internacionais.

SOBRE A REGIÃO
A Região da Uva e Vinho é composta por paisagens deslumbrantes. Para muitos turistas acostumados a ver as belezas naturais do Brasil pela ótica tropical, de praias e palmeiras, a Região da Uva e Vinho é de uma beleza inesperada. Mas os cenários de vales, morros e colinas encantam até mesmo quem mora na região.

Além da natureza, a colonização europeia se manifesta em diversos aspectos turísticos aqui. A arquitetura, a história dos imigrantes e a gastronomia típica foram responsáveis por fazer da Região da Uva e Vinho um destino repleto de experiências únicas no país. Pela vocação vitivinícola da região, ela atrai apreciadores de vinhos e espumantes durante o ano todo.

O turismo no mundo do vinho, as experiências gastronômicas de mesa farta e animada, a cultura do povo e as atrações de lazer e religião recebem com braços abertos os diversos tipos de turistas que passam por aqui.

PARA VISITAR A REGIÃO

QUANDO IR
A Região da Uva e Vinho tem atrações incríveis nas diversas fases do ano, cada uma com suas características:

VERÃO - DEZEMBRO, JANEIRO, FEVEREIRO E MARÇO
Do início de janeiro ao final de março - podendo variar um pouco a cada ano, mas sempre durante o verão - a Região da Uva e Vinho vive o período da Vindima. A Vindima é a época da colheita das uvas, o fruto do trabalho de um ano inteiro e uma importante etapa na produção de vinhos e espumantes. É, sem dúvida, uma das épocas mais animadas do ano para os moradores e também para os turistas, além de uma das mais lindas também, com parreirais cheios de uvas maduras. A região fica repleta de atrações especiais em vinícolas, restaurantes e hotéis, como as experiências de colheita e a tão procurada pisa das uvas, entre várias outras. Vale deixar claro: faz calor, e muito, no verão gaúcho. É a época perfeita para procurar as experiências ao ar livre, como os passeios pelos parreirais, as atrações dos wine gardens os tão queridos piqueniques.
Engana-se quem busca um verão ameno por aqui. Os dias são quentes e a trégua para o calor acontece somente no início da noite. Aconselhamos fortemente o uso de protetor solar e também de repente, pois diversas atrações envolve um passeio pelos vinhedos, ou seja, a céu aberto e em meio ao verde.

INVERNO - JUNHO, JULHO, AGOSTO E SETEMBRO
O frio, tão procurado aqui na região, tem também a sua vez. As temperaturas por volta dos zero graus, ou até negativas, são comuns nessa época do ano. No inverno as possibilidades de neve e geada encantam os turistas, que parecem ser pegos de surpresa por um Brasil tão diferente daquele cheio de praia e calor.
Assim, o apetite pelas degustações de vinhos tintos aumenta ainda mais no inverno. Unindo a isso as lareiras acesas dos hotéis e pousadas e os restaurantes com a gastronomia italiana e sua característica de comfort food, visitar a Região da Uva e Vinho no inverno é conhecê-la em um dos momentos mais charmosos do ano. Vale lembrar que o inverno é a alta temporada do turismo por aqui. Assim, também é comum encontrar atrações criadas especialmente para esse período.

OUTONO E PRIMAVERA - ABRIL E MAIO/OUTUBRO E NOVEMBRO
São as estações de temperatura mais amena. Os atrativos naturais ganham o maior destaque - o pôr do sol durante o outono e as experiências ao ar livre durante a primavera, por exemplo, são imperdíveis. Além disso, é durante a primavera e o outono que você faz o turismo de baixa temporada.

COMO CHEGAR

DE AVIÃO
O trajeto mais comum de avião é o desembarque no Aeroporto Internacional Salgado Filho de Porto Alegre ou no aeroporto de Caxias do Sul. A partir daqui você pode alugar um carro, aproveitando para visitar as cidades ao redor do seu destino - há serviços de translado e também a opções de ir de ônibus.

DE CARRO
Partindo de Porto Alegre a Bento Gonçalves o trajeto tem cerca de 120km, uma viagem com aproximadamente 2 horas de duração.

O QUE FAZER

A região da Uva e Vinho é um destino que recebe os visitantes de braços abertos, repleta de programações. As visitas pela primeira vez têm alguns pontos obrigatórios, e quem é visitante recorrente da região não fica sem opções de onde ir.

Visitar o Vale dos Vinhedos
O Vale dos Vinhedos é um destino turístico cada vez mais procurados por quem visita a Serra Gaúcha. Comumente incluído como uma diária dentro de roteiros pela Região das Hortênsias, hoje o Vale dos Vinhedos vem recebendo uma atenção exponencial. Além de grandes vinícolas, restaurantes e hotéis imperdíveis e paisagens deslumbrantes, o Vale dos Vinhedos é um destino cheio de charme para uma viagem a dois.

Conhecer as outras rotas turísticas da região
O Vale dos Vinhedos é apenas uma das várias rotas turísticas da Região da Uva e Vinho. A vocação para receber visitantes fica evidente quando somos apresentados a diversas outras rotas. Igualmente repletas de atrações como vinícolas e restaurantes, essas rotas também vêm carregadas com temáticas que fazem parte da vida dos locais, como o Roteiro Caminhos de Pedra, a Rota das Cantinas Históricas, o Roteiro Turístico Termas e Longevidade e vários outros que serão apresentados aqui.

Encantar-se com a gastronomia da região
Quando falamos em turismo, não demora muito para o assunto chegar na mesa. É a cena que todo mundo conhece: abre-se um espumante, vem um pãozinho, um pedaço de queijo, uma fatia de salame… Daí pra frente é só alegria.
A Região da Uva e vinho oferece centenas de experiências gastronômicas para os mais diversos paladares: os clássicos rodízios de massa, galeto, polenta e radicci com bacon, a gastronomia que descobriu nas receitas familiares uma fontes inesgotável de ideias para aplicar as técnicas atuais e criar pratos surpreendentes; e até mesmo as degustações harmonizadas nas vinícolas, que combinam seus melhores vinhos com diversos produtos produzidos na região.

Visitar a serra no período da Vindima
Durante o verão, a Região da Uva e Vinho vive um de seus momentos mais animados, que é a Vindima. É a época de celebrar e colher os frutos de um ano de trabalho, que começa no preparo do solo e no plantio. A visita durante esse período tem experiências exclusivas, criadas para comemorar a colheita, uma das etapas mais importantes na produção do vinho. Se você busca conhecer a região com parreirais carregados de uvas, tanto para comer direto do pé, quanto para pisar ao som de uma boa tarantela, o período da Vindima é perfeito.

-Guardar para sempre na memória as vinícolas renomadas no Brasil todo
A Região da Uva e Vinho abriga algumas das vinícolas de maior renome nacional. Para os turistas de primeira viagem pela região, conhecer uma supervinícola, seus tanques gigantes de produção e armazenamento de vinhos e espumantes é uma experiência inesquecível. Os tours por vinhedos a perder de vista, as áreas de produção e as degustações são experiências enoturísticas que mudam a relação dos visitantes com o vinho.

Guardar pra sempre no coração as vinícolas familiares
Alguns turistas buscam conhecer um pouco mais de perto a história das pessoas que fazem dessa região um lugar tão rico em experiências únicas. Aqui eles encontram nas vinícolas familiares a possibilidade de se conectar com o lugar de um jeito diferente. Nem sempre dentro dos roteiros turísticos, as vinícolas de menor porte oferecem um atendimento personalizado e algumas experiências que são explicadas e vividas também pelos moradores e proprietários.

Conhecer os espumantes de Pinto Bandeira, de Garibaldi e de Farroupilha
As três cidades recebem os fãs de espumantes com experiências de visitações e degustação pra lá de especiais. São diversas vinícolas, que trabalham tanto em produção de larga escala, quanto em formato de microvinificação. Pinto Bandeira tem um terroir reconhecido internacionalmente para sua produção; Garibaldi é a Capital Brasileira do Espumante e Farroupilha é a Capital do Moscatel.

Participar de um almoço harmonizado
Os almoços harmonizados são experiências divertidíssimas e imperdíveis para os interessados em gastronomia. Além do altíssimo astral de uma atração como essa, que acontece tanto em restaurantes, como em vinícolas, dá para conhecer várias opções de vinhos e espumantes, combinados às delícias herdadas da imigração italiana.


Junto com a Sicredi Serrana o Wine Locals vai te apresentar as regiões, cidades e rotas turísticas da Serra Gaúcha.


Oferecido por


Cidades

Bento Gonçalves


Rotas

Caminhos de Pedra

Bento Gonçalves, Farroupilha

Rota Cantinas Históricas

Bento Gonçalves

Vale do Rio das Antas

Bento Gonçalves


Vinícolas

Wine Garden

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Cristofoli

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Dal Pizzol

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Casa Perini

Farroupilha

Compre no Wine Locals

Vinícola Cave Antiga

Farroupilha

Compre no Wine Locals

Vinícola Pizzato

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Dom Cândido

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Marco Luigi

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Don Giovanni

Pinto Bandeira

Compre no Wine Locals

Vinícola Valmarino

Pinto Bandeira

Compre no Wine Locals

Família Geisse

Pinto Bandeira

Compre no Wine Locals

Vinícola Cainelli

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Casa Valduga

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinhos Bettú

Garibaldi

Compre no Wine Locals

Vinícola Aurora Bento Gonçalves

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Ponto Nero

Garibaldi

Compre no Wine Locals

Vinícola Salton

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Garibaldi

Garibaldi

Compre no Wine Locals

Vinícola Peterlongo

Garibaldi

Compre no Wine Locals

Vinícola Miolo

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Lidio Carraro Vinícola Boutique

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Almaúnica

Bento Gonçalves

Casa Marques Pereira

Monte Belo do Sul

Compre no Wine Locals

Vinícola Terragnolo

Bento Gonçalves

Vinícola Monte Bello

Monte Belo do Sul

Compre no Wine Locals

Vinícola Angheben

Bento Gonçalves

Vinhedos Capoani

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Casa Pedrucci

Garibaldi

Vinícola Aurora Vale dos Vinhedos

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vinícola Luiz Argenta

Flores da Cunha

Compre no Wine Locals

Vinícola Videiras Carraro

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Casa Fontanari

Bento Gonçalves

Lovara Vinhas & Vinhos

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Vistamontes Vinícola

Bento Gonçalves

Compre no Wine Locals

Fotos da Região


Outras Regiões

Links úteis
Informações de Contato

Fale com a gente através do email: oi@wine-locals.com

Parceiros oficiais:
Apoio:

© 2021 Wine Locals, todos os direitos reservados