Passeios
Beber na Vinícola
Beber em casa

7 mentiras que a Pietra já ouviu a respeito de vinho

7 mentiras que a Pietra já ouviu a respeito de vinho

Mar 30, 2021

Mar 30, 2021

Última edição Apr 1, 2021

Última edição Apr 1, 2021

Criado por

Henrique Kochenborger

Se você é novo por aqui ainda não conhece a Pietra. Ela é a mais nova aqui do time Wine Locals e começou a beber vinho não faz muito. Aí hora ou outra ela aparece com dúvidas e a gente pensa: é a típica dúvida que quem começou a beber vinho há pouco deve ter.

Então a ideia é responder algumas dúvidas da Pietra por aqui, pensando que devem ter várias outras Pietras por aí.

E no dia em que escrevemos esse post é 1º de Abril, dia da mentira. Então nada mais adequado do que falar sobre as mentiras que nos contam sobre vinhos e a gente acredita. E tem várias.

A Pietra não entende nada de vinho - Episódio 5: 7 mentiras que a Pietra já ouviu a respeito de vinho

1. Vinho: quanto mais velho melhor

Bom, Pietra, essa aí mentiraça, né? Existem muitos tipos de vinho e nem todos devem ficar guardados, evoluindo e amadurecendo. Na grande maioria das vezes, os vinhos que se prestam a envelhecer são vinhos elaborados para isso.

Do outro lado dessa história estão os chamados vinhos jovens. Eles são frescos e existem em uma realidade oposta aos vinhos antigos, pois não devem ficar guardados, sob risco de perderem características pensadas quando da sua elaboração.

DICA

Um Merlot uruguaio de 2019: El Ceibo Merlot 2019

2. Vinho: quanto mais caro melhor

Mas quem lhe disse tamanha mentira, Pietra? Provavelmente alguém tentando te vender um vinho bastante acima do preço. Existem, sim, vinhos ótimos que custam caro, mas isso está muito, muito longe mesmo, de ser uma regra. O preço do vinho nada tem a ver qual a qualidade dele.

É bem provável que o vinho mais barato que você conseguir encontrar no mercado não agrade um bebedor mais experiente, mas se ninguém gostasse, ele nem existiria, né?

DICA

Um excelente vinho branco por R$ 34,90: Heredad Ducel Airén-Verdejo

3. Tem um tipo certo de vinho para cada comida

Não, não, não e não. Que pessoa num dia comum vai tomar uma taça de vinho e antes pensa assim: "Não, mas o meu sanduíche tem salame e tomate seco, então eu não posso beber esse vinho porque não vai harmonizar"? Eu te respondo, ninguém.

Regras de harmonização devem ficar resguardadas a refeições onde os chefs e sommeliers trabalham juntos na criação dos pratos e do que vai ser oferecido para beber. Em casa, comendo pizza com a família, ou num churrasco de domingo ninguém pensa nisso.

DICA

Espumantes harmonizam com tudo! Col Brioso Fantasy Bianco Spumante Gran Cuvée Extra Dry

4. Vinho com tampa de rosca é pior

Tudo não passa de uma grande mentira, Pietra! A tampa de rosca existe para vinhos que não devem ter contato nenhum com a atmosfera de fora da garrafa, diferente da rolha de cortiça, que é porosa. Ou seja, existem determinados tipos de vedação, para determinados tipos de vinhos.

São apenas coisas diferentes que não pertencem a uma escala de melhor ou pior.

DICA

Um rosé argentino com tampa de rosca e com um rótulo fofo - La Grupa Rosé 2020

5. Vinho rosé é pior que os outros

Pietra, repete comigo: NÃO EXISTE (não existe) VINHO RUIM (vinho ruim) CADA UM BEBE (cada um bebe) O QUE GOSTA (o que gosta).

Imagina que no sul da França, o berço esplêndido dos rosés refrescantes, chega um mentiroso desses e diz para um francês "Esses vinhos são ruins!". Primeiro que o francês não vai nem entender, e se entender vai rir (com desdém). Então não, não é verdade, existem ótimos vinhos rosés, perfeitos para beber gelado em dias quentes.

Quem acha que vinho bom é vinho tinto tem a cabeça pequena, e dessa pessoas, Pietra, eu te aconselho ter distância.

DICA

Um rosé do Sul da França, perfeito para não dividir com quem acha que rosés são vinho piores: Les Calandières Terres du Midi Rosado 2019

6. Vinhos importados são melhores que brasileiros

AH, PRONTO. Que coisa mais antiga dizer uma coisa dessas! Já faz tanto tempo que as pessoas já se deram conta que o Brasil produz vinhos tintos, brancos, rosés e espumantes (Meu Deus, os espumantes!) incríveis! A questão é que a oferta de vinhos importados foi tão maior, e durante tanto tempo, que esses conceitos ficaram sendo repetidos por muitos anos.

Mas nós estamos aqui para provar que uma mentira dita várias vezes vai continuar sendo mentira, e que se tiver um Chardonnay de Santa Catarina, um Syrah do Vale dos São Francisco ou um espumante Extra Brut da Serra Gaúcha vamos escolher de olhos fechados e beber bem bem felizes.

DICA

Um tinto de Bento Gonçalves - Origem 1929 Marselan 2014

7. Champanhe é melhor que espumante

Bom, Pietra, aqui tem uma questão de gosto envolvida, mas verdade não é. O Champanhe é um espumante produzido na região de Champanhe, na França. Espumantes são vinhos absolutamente iguais a esse, porém produzidos em outras localidades (tudo isso, aliás, conforme nosso papo sobre espumantes).

Colocar as duas bebidas numa escala de melhor ou pior é errado em vários sentidos, mas principalmente porque o lugar onde o vinho é produzido é somente um de inúmeros fatores que atuam na qualidade de um vinho. Tem gente muito hábil e talentosa elaborando espumantes fora de Champanhe. E também é bastante provável que em Champanhe tenha alguém que está começando agora e ainda produzindo algumas garrafas que só a família e os amigos bem próximos vão dizer que está bom...

DICA

Um Prosecco da Serra Gaúcha: Cainelli Espumante Prosecco Brut

E aí, Pietra? Só leu verdades aqui hoje?

Quando falamos aqui que A Pietra não entende nada de vinho, o nosso objetivo é conversar com você, que também não entende nada de vinhos. A melhor parte disso tudo é que vinho é o nosso assunto preferido, e sempre que alguém quer conversar a respeito ou fazer perguntas, a gente aqui tá dentro!

Se você gostou desse, tem outros posts com as dúvidas da Pietra:

Episódio 1: Bag in box

Episódio 2: Espumantes

Episódio 3: Vinho Verde

Episódio 4: Como usar o abridor

Quer mais dicas?

Deixe seu e-mail aqui que te enviamos varias dicas e sugestões para viver o que há de melhor no mundo do vinho!

Nome

E-mail

Quer mais dicas?

Deixe seu e-mail aqui que te enviamos varias dicas e sugestões para viver o que há de melhor no mundo do vinho!

Nome

E-mail

Links úteis
Informações de Contato

Fale com a gente através do email: oi@wine-locals.com

Parceiros oficiais:
Apoio:

© 2021 Wine Locals, todos os direitos reservados