Passeios
Beber na Vinícola
Beber em casa

Tudo que você precisa saber sobre a Serra Gaúcha

Tudo que você precisa saber sobre a Serra Gaúcha

Feb 5, 2021

Feb 5, 2021

Última edição Feb 5, 2021

Última edição Feb 5, 2021

Criado por

Henrique Kochenborger

O Rio Grande do Sul e a Serra Gaúcha

O Rio Grande do Sul é o estado mais ao Sul do Brasil. Aqui, a Serra Gaúcha é o destino mais procurado, tanto pelos visitantes locais, quanto pelos que vêm de outros estados do país. A imigração alemã, e italiana, toda a carga cultural trazida junto com ela , os ativos turísticos da região como a gastronomia e a cultura do vinho, as belezas naturais e os atrativos para crianças movimentam milhares de pessoas.

As diferentes regiões A Serra Gaúcha pode ser divida em 3 regiões com diferentes influências culturais:

- A Região Gaúcha e os cânions: Abriga cidades como Bom Jesus, São Francisco de Paula e São José dos Ausentes. Possui seu forte na pecuária e tem sua paisagem marcada pelos cânions do Itaimbezinho, Fortaleza e Malacara. É a região que ainda guarda grande parte da cultura do gaúcho que foi formada pela miscigenação da fronteira com a Argentina e o Uruguai, antes da chegada dos portugueses ao estado.

- A Região Alemã, das famosas Gramado e Canela: É também conhecida como a Região das Hortênsias e engloba as cidades de Gramado, Canela e Nova Petrópolis. E a referência que a maior parte das pessoas têm de turismo no sul e apesar de trazer um pouco da cultura da imigração italiana também, é muito forte a influência dos imigrantes que vieram do norte da Alemanha, trazendo também algumas referências de outras regiões que tornariam ícones aqui - sim, estamos falando do fondue, tipicamente suíço, mas que também faz parte da culinária alemã pela proximidade das regiões.

- A cultura do vinho da Região Italiana A região italiana é composta por cidades como Bento Gonçalves, Farroupilha, Garibaldi e Caxias do Sul, a mais populosa delas. A cultura trazida com a imigração italiana da região do Vêneto ainda guarda muitos dos costumes e é visível no cultivo das uvas e na produção do vinho, além da gastronomia, marcada pela mesa que recebe polenta, galeto, sopa de capelete, radicce com bacon e as massas dos mais variados tipos.

A Serra Gaúcha e a região do vinho

A serra tem hoje a maior concentração de produtores de vinho do país e é responsável por 85% da produção nacional. O destino é mais do que desejado por apaixonados por vinhos e espumantes. E, como não poderia deixar de ser, a gastronomia italiana, com a influência da imigração e as vantagens que o atual tempo traz, fazem parte dos planos de viagens de visitantes em busca de passeios, visitas, degustações e experiências no mundo do vinho.

Além disso, a serra abriga 5 regiões certificadas para a produção de vinho: 4 Indicações de Procedência, sendo elas Pinto Bandeira, Altos Montes, Farroupilha e Monte Belo; e 1 Denominação de Origem no Vale dos Vinhedos. Algumas outras certificações famosas que assegura a origem de produtos são da cachaça e - recentemente - do queijo canastra no Brasil, e a do champagne, na França. Em todo o estado do Rio Grande do Sul, 4 regiões se destacam na produção de vinhos: Campanha Gaúcha, Serra do Sudeste, Campos de cima da Serra e a Serra Gaúcha.

Sobre as diferenças entre as regiões certificadas Para simplificar um primeiro entendimento quanto à diferença básica entre as certificações de Indicação de Procedência (IP) e Denominação de Origem (DO): a primeira reconhece regiões produtoras e a segunda, além de reconhecer regiões produtoras, inclui em seus critérios de certificação características específicas dessas áreas de cultivo/terroirs.

O Vale dos Vinhedos

O Vale dos Vinhedos fica a 122 quilômetros de Porto Alegre - e para aqueles que tanto nos perguntam se fica perto de Gramado, o Vale fica a 120 quilômetros de distância. Ele é uma rota turística de Bento Gonçalves/RS. É a mais famosa delas por ser a morada de vinícolas cujos nomes são conhecidos em todo o país e até fora dele, como a Casa Valduga e a Vinícola Miolo. O Vale dos Vinhedos é a região triangular que abrange áreas de 3 cidades da Serra Gaúcha: Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul. Por lá são várias as opções de vinícolas para visitar, das grandes potências e produzem vinhos e espumantes para todo o país até às pequenas e familiares que podem render bons presentes com os excelentes achados locais. Além da diversidade de vinhos e espumantes, as vinícolas da região oferecem diferentes programações para diferentes perfis de conhecedores de vinho.

Outras rotas turísticas na região do vinho:

Junto com o Vale dos Vinhedos, outras 4 rotas são famosas na região do vinho na Serra Gaúcha:

  • Caminhos de Pedra: é uma rota rural (e linda!) de 12km em direção à Pinto Bandeira - a cidade dos espumantes imperdíveis - com restaurantes, prédios históricos e diversas atrações;
  • Vale dos Rio das Antas: uma região em que além do vinho se encontra cachaças de qualidade, cervejas e o Mirante da Ferradura, onde se vê o Rio das Antas dando a volta na montanha, formando uma ferradura;
  • Cantinas Históricas: a rota da Linha Faria Lemos e do Vale Aurora possui uma paisagem única na região;
  • Rota Rural Encantos de Eulália: Linha Eulália, no interior de Bento Gonçalves, é perfeita para grupos interessados em paisagens incríveis.

E aí, se interessou pela Serra Gaúcha? Ficou ainda mais apaixonado pela região do Vale dos Vinhedos?

Quer mais dicas?

Deixe seu e-mail aqui que te enviamos varias dicas e sugestões para viver o que há de melhor no mundo do vinho!

Nome

E-mail

Quer mais dicas?

Deixe seu e-mail aqui que te enviamos varias dicas e sugestões para viver o que há de melhor no mundo do vinho!

Nome

E-mail

Links úteis
Informações de Contato

Fale com a gente através do email: oi@wine-locals.com

Parceiros oficiais:
Apoio:

© 2021 Wine Locals, todos os direitos reservados