Passeios
Beber na Vinícola
Beber em casa

Qual a diferença entre os vinhos seco, meio seco e suave?

Qual a diferença entre os vinhos seco, meio seco e suave?

Jul 19, 2021

Jul 19, 2021

Última edição Jul 20, 2021

Última edição Jul 20, 2021

Criado por

Henrique Kochenborger

Quer saber um pouco mais sobre a diferença entre os vinhos classificados como seco, meio seco, suave e doce? Nesse post vamos tirar algumas dúvidas!*

A classificação da quantidade de açúcar nos vinhos é a responsável por defini-los como seco, meio seco ou demi-sec e doce ou suave. Nesse post vamos falar um pouco sobre cada um deles e, já que o assunto é açúcar nos vinhos, vamos incluir aqui também os vinhos licorosos - mas eles não seguem exatamente a mesma regra.

A quantidade de açúcar residual nos vinhos é regulamentada por lei e segue um critério de concentração de glicose/litro:

  • Vinhos secos: concentração menor do que 4 gramas de açúcar por litro de vinho;
  • Vinhos Meio-secos (ou demi-sec ou meio doces): concentração de açúcar de 4,1 gramas por litro até 25 gramas por litro;
  • Vinhos suaves: concentração acima de 25 gramas de açúcar por litro de vinho.

O que significa açúcar residual?

O açúcar do vinho vem das uvas usadas em sua produção. Durante a vinificação, o açúcar natural da fruta se transforma em álcool. A parcela desse açúcar que não se transforma em álcool e permanece na bebida é chamada de açúcar residual.

Quem faz o controle dessa quantidade de açúcar é o enólogo responsável pela elaboração do vinho, interrompendo o processo de fermentação das uvas e a transformação dos seus açúcares em álcool.

Enólogo ou sommelier? Nesse post a gente tira essa dúvida!

Importante: essa classificação se refere apenas a vinhos tranquilos. A regulamentação de açúcar em vinhos espumantes segue outros critérios.

Quer saber um pouco mais sobre os vários tipos de espumantes? Nesse por aqui nós falamos sobre vários deles!

Bem, mas e o que eu sinto bebendo cada um desses vinhos?

  • Seco: não possui doçura perceptível;

  • Meio seco/Demi sec: como a classificação de vinhos meio-doce vai de 4,1g/L até 25g/L, dentro dessa categoria encontra-se vinhos sem doçura perceptível (um vinho com 4,1 gramas de açúcar por litro parecerá seco ao paladar) até vinhos com doçura bastante pronunciada (com 25 gramas de açúcar por litro ele está o mais próximo que pode estar de um vinho doce);

  • Doce/Suave: aqui a doçura é nítida e intensa. Tanto os termos doce quanto suave fazem referência ao tipo de vinho com a maior concentração de açúcar por litro.

Ok, e os vinhos licorosos?

Os vinhos licorosos também são chamados de vinhos de sobremesa. O método de elaboração dos vinhos de sobremesa são vários:

  • Sauternes: um vinho branco de sobremesa originário da região de Sauternes, na França. O método de produção é interessante: um fungo comum nessa região francesa, de nome botrytis cinerea cria porosidade na casca da uva, fazendo-a perder água e concentrando, assim, açúcares e sabores da uva;
  • Apassimento: o termo remete às polêmicas passas de uva e o método consiste exatamente em fazer uma espécie de secagem das uvas para obter passas, ou seja, uvas com menor concentração de água e maior concentração de açúcar;
  • Colheita tardia: o termo é lindo e pode também aparecer em inglês em alguns rótulos mesmo de vinhos nacionais, Late harvest. Nesse método é permitido que as uvas amadureçam por mais tempo, também com o objetivo de concentrar mais açúcar na fruta.

E se eu ficar confuso com isso tudo?

Saiba que é normal. O universo do vinho é grande demais para quem bebe por diversão entender as teorias de cara. Algumas dúvidas mais óbvias que apareceram enquanto produzíamos esse conteúdo podem ser listadas aqui:

  • Sobre o uso do termo vinho suave: legalmente o uso do termo vinho suave é o mesmo que vinho doce, mas também são chamados de vinho suave aqueles que são produzidos com uvas de mesa, conhecidas como Vitis Labrusca. É o caso de uvas como Lorena, Goethe e Niagara. O termo suave, assim, define coloquialmente vinhos elaborados a partir de uvas não-viníferas, mas legalmente define vinho com a maior concentração de açúcar da categoria.

Quer saber um pouco sobre as diferenças entre vinho fino e vinho de mesa? Nós te explicamos aqui nesse post!

  • Vinhos licorosos secos ou doces: todos os vinhos licorosos têm doçura bastante pronunciado. Mesmo assim podem ser classificados como secos ou doces, de acordo com sua concentração de açúcar. Legalmente, o termo vinho licoroso se refere ao teor alcoólico do vinho entre 14° a 18°, podendo ser secos ou doces. Os vinhos licorosos secos podem conter até 20 gramas de açúcar por litro; os doces, por sua vez, são aqueles com mais de 20 gramas de açúcar por litro.

Novidades

Upgrade de primavera: Compre uma experiência e ganhe um brinde!

Por Ariela Bento


Quer mais dicas?

Deixe seu e-mail aqui que te enviamos varias dicas e sugestões para viver o que há de melhor no mundo do vinho!

Nome

E-mail

Outras dicas relacionadas a essa

Gostou? Aqui temos mais dicas e listas parecidas com essa para você.

Vinícola Casa Valduga: o que fazer quando o Tour tradicional está lotado?

Roteiros de Viagem Wine Locals: Pinto Bandeira para Wine Lovers

O Garibaldi Gastrô 2021 vai espalhar Aromas por onde passar!

Novidades em passeios em vinícolas recém chegadas no Wine Locals

Roteiros de Viagem Wine Locals: Pinto Bandeira pela primeira vez

5 vinhos com rótulos dignos de Pinterest

Roteiros de Viagem Wine Locals: Garibaldi fora do óbvio

Roteiros de Viagem Wine Locals: Vale dos Vinhedos para fugir do óbvio

Quer mais dicas?

Deixe seu e-mail aqui que te enviamos varias dicas e sugestões para viver o que há de melhor no mundo do vinho!

Nome

E-mail

Links úteis
Informações de Contato

Fale com a gente através do email: oi@wine-locals.com

Parceiros oficiais:
Apoio:

© 2021 Wine Locals, todos os direitos reservados