Passeios
Beber na Vinícola
Beber em casa

A Pietra não entende nada de vinho - Episódio 3: vinho verde!

A Pietra não entende nada de vinho - Episódio 3: vinho verde!

Mar 16, 2021

Mar 16, 2021

Última edição Mar 18, 2021

Última edição Mar 18, 2021

Criado por

Henrique Kochenborger

"Eu seeei que o vinho não é verde, né."

Caso você seja novo por aqui, deixa eu te explicar: a Pietra não entende nada de vinho. Ela é a mais nova no time aqui do Wine Locals e começou a beber vinho há pouco tempo. Aí, hora ou outra, ela traz algumas dúvidas que a gente pensa: essa dúvida certamente é também a dúvida de mais um monte de gente. Mais um monte de Pietras.

E tá tudo certo, ter dúvidas é bom, a curiosidade é o que move o mundo. E como aqui no Wine Locals a gente vive de dar dicas, as dúvidas da Pietra viraram um grande "tira-dúvidas" sobre vinhos que temos publicado aqui, junto com algumas dicas de vinhos e espumantes.

Só lembrando: ninguém aqui é enólogo ou sommelier. Só gostamos muito de vinho. Tanto de beber quanto de falar sobre. Quer puxar um assunto que não vai mais ter fim com o pessoal aqui: fala de vinho. Então, mesmo sem diploma ou algo parecido, vamos responder algumas coisas. Considere menos uma aula e mais uma conversa. (A gente sabe que ninguém considerou que isso seria uma aula).

Já falamos de bag in box, espumantes... e hoje: Vinho Verde! Afinal o que é Vinho Verde? Ele é, de fato, verde? Posso trocar a cerveja pelo vinho verde no Saint Patrick's?

A Pietra não entende nada de vinho - Episódio 3: Vinho verde!

A conversa que deu origem a esse post aqui foi muito simples: era vinhos preferidos de cada um do time, apareceu Casal Garcia e logo chegou em Vinho Verde. Gelado. Na beira da piscina. Com iscas de peixe empanadinhas. O VERÃO, SABE? A Pietra ficou feliz que não estava sozinha ao questionar porquê diabos o nome do vinho é Vinho Verdes, mais dúvidas começaram a aparecer e foram todas anotadas para serem respondidas logo abaixo. Mas antes...

Não, o Vinho Verde não é verde.

Ele pode ser branco, tinto, rosé, pode ser espumante e etc. O nome é Vinho Verde, mas ele não é literalmente dessa cor. O nome faz conexão com a região onde esse vinho é produzido, vamos falar disso logo adiante.

E, para sermos justos aqui, a Pietra não trouxe essa dúvida, mas já ouvimos de muitas pessoas que ainda não conheciam o Vinho Verde. Então achamos importante para passar uma régua geral e começar do começo.

VEJA ALGUMAS DICAS DE VINHO VERDE DISPONÍVEIS NA EVINO:

  • Cruzeiro Vinho Verde DOC
  • Pérola da Vinha Vinho Verde DOC
  • Podador Vinho Verde DOC

O QUE É VINHO VERDE?

O Vinho Verde é um vinho português, produzido na região noroeste do país. Ele é um vinho que pode ser produzido com diversos tipos de uvas, podendo ser brancos, tintos, rosés, vinhos tranquilos ou espumantes. São geralmente vinhos leves, frescos e jovens, bons para beber no verão.

OK, MAS ENTÃO POR QUE O VINHO TEM ESSE NOME? POR QUE VINHO VERDE?

Bom, Pietra, isso foge um pouco da nossa alçada de conhecimento, mas alguns estudiosos dizem que eles foram batizados de Vinhos Verdes por causa das características das uvas que a região produz. Elas são bastante ácidas, produzindo vinhos também com alta acidez. Por isso o uso do termo "verdes".

TEM VINHO VERDE BRASILEIRO?

Não tem. A região que produz o Vinho Verde é chamada de Região Demarcada dos Vinhos Verdes ou só Região dos Vinhos Verdes. Vinho Verde é uma Denominação de Origem Controlada como em Champagne, na França, onde somente os espumantes elaborados na região podem ser chamados de champagne. Para os Vinhos Verdes acontece o mesmo: somente os vinhos produzidos na Região Demarcada dos Vinhos Verdes e certificado pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) podem levar o nome de Vinho Verde. Essa mesma comissão coloca, em cada garrafa, um selo de garantia.

E PORQUE O VINHO VERDE TEM GÁS, COMO UM ESPUMANTE?

Não é sempre, mas às vezes ele tem gás mesmo, Pietra. Esse gás é produzido durante a fermentação do vinho. Como ele é engarrafado pouco tempo depois da colheita, o líquido ainda guarda um residual de gás carbônico diluído. Não faz mal, nem é um defeito. É uma das características do vinho.

CURIOSIDADES SOBRE OS VINHOS VERDES:

  • Percebeu que escrevemos Vinho Verde sempre com maiúsculas? Pois é. Vinho Verde é nome próprio dos vinhos produzidos nessa região;
  • O Vinho Verde tem teor alcoólico mais moderado e, portanto, é menos calórico;
  • Como qualquer vinho, a região que produz o Vinho Verde também produz vinagre de Vinho Verde também as chamadas bagaceiras, que são cachadas produzidas com o bagaço das uvas que é descartado na elaboração do vinho;
  • Dos vinhos que Portugal exporta para o mundo, o vinho do Porto vem em primeiro lugar e o vinho verde em segundo;
  • A Região dos Vinhos Verdes fica entre os rios Douro e Minho e é chamada, sem surpresa alguma, de Entre-Douro-e-Minho;
  • Ainda sobre a Região dos Vinhos Verdes: é um polo mundial de enoturismo em Portugal. É uma área de clima mediterrâneo, mas a influência marítima da proximidade com o Oceano Atlântico traz características amenas ao clima.

E aí, Pietra? Tá sabendo mais sobre o Vinho Verve então? "Ainda sem acreditar que o Vinho Verde pode ser muitos, menos verde. Kkk Gostei muito desse conteúdo pois eu não fazia ideia dele, foi realmente um aprendizado gigante. Que venham mais assim! Obrigada Wine Locals e feliz St Patricks Day"

Se você se identificou com as dúvidas da Pi ou se conhece alguma pessoa que tem as mesmas dúvidas que ela e que vai gostar de saber mais sobre Vinhos Verdes, manda pra ela!

Veja aqui as edições anteriores:

Quer mais dicas?

Deixe seu e-mail aqui que te enviamos varias dicas e sugestões para viver o que há de melhor no mundo do vinho!

Nome

E-mail

Quer mais dicas?

Deixe seu e-mail aqui que te enviamos varias dicas e sugestões para viver o que há de melhor no mundo do vinho!

Nome

E-mail

Links úteis
Informações de Contato

Fale com a gente através do email: oi@wine-locals.com

Parceiros oficiais:
Apoio:

© 2021 Wine Locals, todos os direitos reservados